Avenida Comercial de Brazlândia mais iluminada e mais segura agrada aos moradores e comerciantes | Fotos: Joel Rodrigues /Agência Brasília

Não são nem 19h e o Ponto de Encontro Comunitário (PEC) da quadra 3 do Setor Tradicional de Brazlândia esta completamente vazio. Um dos motivos são as luzes amarelas dos postes que não iluminam o suficiente e dão o ar de insegurança para o local. Realidade que está prestes a mudar.

A Companhia Energética de Brasília (CEB) vai substituir 1.606 luminárias de vapor de sódio por lâmpadas de LED na cidade. O projeto de eficientização da iluminação pública vai custar R$ 1,4 milhão e será custeado por emenda parlamentar do deputado distrital Iolando Almeida. A troca das lâmpadas deve começar nos próximos dias.

Além de serem mais claras, as luzes brancas representam uma economia de 40% no consumo de energia. “Quando assumimos, a administração pagava uma conta de iluminação pública de R$ 480 mil por mês e nosso objetivo é reduzir para R$ 320 mil no final da gestão”, afirma o administrador de Brazlândia, Jesiel Rosa. Para isso, deverão ser substituídas ainda luminárias de outros 8 mil postes da cidade.  A um custo de cerca de R$ 6 milhões. Investimento que será feito em quatro etapas.

Cidade monitorada inibe roubos e furtos | Fotos: Joel Rodrigues /Agência Brasília

Câmeras de monitoramento

As lâmpadas de LED serão instaladas nas principais avenidas da cidade, na rota do transporte coletivo, na via interna de contorno do Incra 8 e na Vila São José. As luzes brancas iluminam melhor e ainda tornam mais nítidas as imagens captadas pelas câmeras de segurança instaladas em pontos estratégicos de Brazlândia, auxiliando no monitoramento da entrada e saída da cidade, na avenida comercial, perto de bancos, praças e ruas principais.

“Esse acompanhamento da polícia em tempo real por meio das câmeras, vai reforçar o apoio à segurança da cidade e coibir a ação de vândalos e criminosos, mas a visibilidade das imagens deve ser clara”, completa o administrador.

As câmeras foram instaladas em agosto. São 18 equipamentos com ângulo de 360 graus em Brazlândia e 4 no Incra 8, com reconhecimento facial e de placa de carro, o que facilitará a identificação em casos de roubos a veículos. As imagens são armazenadas na Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF) e serão acompanhadas 24 horas pelo 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM) que está organizando a escala dos policiais para montar a central de monitoramento.

LED no Lago Norte representa economia para os cofres públicos | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

Pontos turísticos

A principal avenida comercial de Brazlândia, onde fica o famoso Santuário Arquidiocesano Menino Jesus, e a Avenida do Balneário Veredinha, próxima ao lago, são dois pontos da cidade que já contam com iluminação de LED. O servidor público Kléber Furtado, 47 anos, morador de Brazlândia desde que nasceu, conta que o centro da cidade era tão escuro que dava medo. “Até de dia tem assalto, imagina à noite em um local mal iluminado”, diz.

A auxiliar administrativa Rosileia Rodrigues, 56 anos, também elogia a iniciativa de trocar as lâmpadas e aumentar a sensação de segurança dos moradores. “A violência está muito grande. Qualquer ação que reforce a segurança é bem-vinda”, fala.

Melhorias no Lago Norte

Também foi concluída semana passada o programa de eficientização da iluminação do Centro de Atividades (CA) do Lago Norte. Executado por meio de uma parceria entre a administração regional, a Secretaria de Obras e Infraestrutura, a Secretaria de Governo, a Secretaria Executiva das Cidades e a CEB, a troca das lâmpadas convencionais por luminárias de LED foi feita nos CAs 7, 8, 9, 10 e 11. Ao todo, 139 luminárias de LED foram instaladas, um investimento de R$ 93,1 mil, feito com recursos da Contribuição de Iluminação Pública (CIP), taxa cobrada na conta de luz.

O administrador do Lago Norte, Marcelo Ferreira da Silva, ressalta que, além de deixar o caminho dos moradores mais claro e melhorar a visibilidade para os motoristas, a troca das lâmpadas antigas vai representar uma economia dos recursos públicos. “Estamos reduzindo custos com o consumo de energia e manutenção dos equipamentos, já que as luminárias de LED queimam menos”, afirma.

Galeria de Fotos

Brazlândia iluminada com mais segurança

 

Fonte: Agência Brasilia