Mais um caso da Lava Jato contra o ex-presidente Lula foi arquivado pela Justiça Federal. Nesse episódio, foi o inquérito baseado na delação premiada do executivo da OAS, Léo Pinheiro, que investigava tráfico de influência internacional.

Lula era investigado por suspeita de receber propina da empreiteira para dar uma palestra na Costa Rica em troca de favorecimento em negócios no Brasil.

Agora, o próprio Ministério Público Federal pediu o arquivamento do inquérito justificando que o principal crime, tráfico de influência, já tenha sido determinado.

O MPF disse que não é possível dar continuidade nas investigações por crime de corrupção porque o relato do colaborador foi de “baixa precisão”.

Na última sexta-feira (10), a juíza da 9ª Vara Criminal de São Paulo, Maria Carolina Akel Ayoub, pronunciou a sentença do arquivamento em razão dos “parcos indícios coletados” na fase probatória.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here