A Igreja anglicana em Gales votou para abençoar parceiros do mesmo sexo após dizer que era “pastoralmente insustentável” não fazer nada sobre os casais LGBT. Dois terços dos leigos, clérigos e bispos representados no Corpo Governante da Igreja no País de Gales votaram a favor desta mudança de legislação. Sendo que, todos os seis bispos votaram a favor.

“Saio deste debate sem nenhum senso de triunfo, mas acreditando que a Igreja no País de Gales fez a coisa certa sob Deus para a comunidade LGBTQIA+”, disse Gregory Cameron, o bispo que apresentou o Projeto de Lei, elogiando a decisão.

Essa decisão abre as portas para o próximo passo de mudança da doutrina de casamento da igreja.

“Na plenitude do tempo, o Corpo Governante terá que considerar se deseja considerar uma mudança no ensino da Igreja em relação ao casamento. Isso poderia permitir que um casal que deseja viver em uma relação fiel e mutuamente comprometida entre pessoas do mesmo sexo celebrasse o rito do casamento na Igreja”, dizia uma nota explicativa do projeto de lei.

Anglicanos galeses com uma visão bíblica tradicional do casamento expressaram sua decepção com a decisão e disseram que a mudança de doutrina levará a uma divisão com cristãos anglicanos no resto do mundo que se opõem a essas mudanças.

Esse debate também levou a uma conversa intensa na Igreja da Inglaterra e na Igreja Episcopal Escocesa. Outras denominações tradicionais da igreja, como a Igreja Metodista, também votaram recentemente para mudar a doutrina cristã tradicional do casamento.

De acordo com Evangelical Focus, outras principais denominações protestantes na Europa afirmam o casamento entre pessoas do mesmo sexo, como na França, Alemanha, Suécia, Suíça e Bélgica.

Em contraste com essa mudança teológica das igrejas protestantes tradicionais, a grande maioria das denominações evangélicas livres no Reino Unido e no resto do mundo ensinam a doutrina bíblica tradicional do casamento entre um homem e uma mulher.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here