O deputado Otoni de Paula (PSC-RJ), que também foi alvo da operação da Polícia Federal ordenada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, criticou o magistrado novamente e o chamou de “canalha”.

Otoni ainda disse que pretende retirá-lo da Corte.

“Crime de opinião não existe. Ministros do STF: podem vir quente que o Brasil está fervendo”, disse o parlamentar em seu discurso na manifestação de 7 de setembro na Praia de Copacabana no Rio de Janeiro.

“Nós não vamos parar enquanto não tirarmos aquele canalha do STF. Alexandre de Moraes, você não é Deus! Ministro Alexandre de Moraes, acabou para você!”, acrescentou o deputado.

A prisão do deputado

Otoni de Paula foi alvo da operação da PF com o cantor Sérgio Reis em um inquérito que investiga sobre ataques à democracia.

Durante o seu discurso ele lembrou do cantor Sérgio Reis e de Roberto Jefferson.

“O patrão são vocês. A Polícia Federal foi à minha casa, mas não foi por corrupção. Depois que fui preso, estive com Bolsonaro; ele disse que não vai decepcionar o povo. Queremos o STF forte, mas para isso temos de tirar os 11 ministros”, afirmou.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here