Cristãos na China são proibidos de orar por seus mártires, porém  eles estão sendo cobrados para celebrar pelos “mártires” comunistas, os mesmos que perseguem o Cristianismo e reprimem a liberdade religiosa no país.

Na semana passada, membros da Igreja Tríplice, denominação autorizada pelo regime comunista, foram convidados a celebrar os mártires do que na China é chamado de “Guerra Popular de Resistência Contra a Agressão Japonesa”.

Além de Fujian, uma diretiva foi enviada a todas as igrejas que fazem parte da Igreja Protestante De Três Eus, controlada pelo governo, a única igreja protestante com uma existência legal na China.

“Às igrejas cristãs em cada província, região autônoma ou município diretamente sob o governo central. Este ano é o 76º aniversário da vitória da Guerra popular chinesa contra a agressão japonesa e a Guerra Mundial Antifascista. Para responder positivamente,  convidamos igrejas locais a organizar atividades de adoração à oração pela paz, podendo realizar atividades de oração pela paz de forma pequena e descentralizada, em consonância com os requisitos locais de prevenção e controle da nova epidemia de COVID, para promover ainda mais a fina tradição de patriotismo e amor à religião e demonstrar a boa imagem do cristianismo amante da paz na China. As igrejas locais são solicitadas a enviar provas das atividades (materiais de texto, vídeo e foto) ao Departamento de Mídia do Conselho Cristão da China até 10 de setembro”, dizia parte do comunicado, indicando consequências se a última parte não for cumprida.

As tropas japonesas na China se renderam, em setembro de 1945, após uma guerra sangrenta. Tanto tropas nacionalistas quanto comunistas, juntamente com as potências internacionais que lutaram contra o Japão na Segunda Guerra Mundial, participaram da campanha.

Segundo o Bitter Winter, as comemorações oficiais celebram apenas os mártires do Exército Vermelho Comunista, minimizando tanto o papel dos nacionalistas quanto o fato de que os comunistas aproveitaram a guerra para atacar unidades nacionalistas, preparando sua eventual vitória na Guerra Civil.

Os cristãos são impedidos de honrar seus próprios mártires, mas eles devem honrar os mártires do Exército Vermelho ou do Partido Comunista da China (PCCh).



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here