É com profundo pesar e consternação que recebemos a notícia do falecimento de dona Garcita Soyer Balestra, aos 98 anos, em Inhumas.

Natural do Distrito de Cassununga, no município de Tesouro, no Mato Grosso, foi para Inhumas com um ano de idade. Casou-se com Nelo Egídio Balestra. Sempre foi reconhecida, em seus quase 100 anos de história, por sua luta por igualdade e justiça.    

Mãe do ex-deputado federal, Roberto Balestra, Garcita cresceu em ambiente social, político e cultural. Era participante ativa de comícios, passeatas e reuniões.

Concluiu, em 1939, o Curso Normal, no tradicional Colégio Santa Clara, do bairro de Campinas, em Goiânia. Foi integrante do coro da Igreja Católica de Inhumas, como primeira solista e cantora em inúmeros casamentos.

Escreveu crônicas, montou peças teatrais. Sua vida profissional se alongou por mais de 40 anos em salas de aulas, durante permanente ação em prol do ensino de qualidade. Dedicou, também, um carinho muito especial aos idosos ao fundar e atuar como presidente da ONG “Eterna Juventude”.

Garcita deixa filhos, netos, bisnetos e tataranetos. A todos os familiares, amigos, aos que tiveram o privilégio de com ela conviver, eu e minha esposa, Gracinha Caiado, expressamos nossa solidariedade e nossos sentimentos. Que Deus, em sua infinita bondade, possa confortar o coração de todos neste momento de luto e de dor.

Ronaldo Caiado

Governador de Goiás



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here