Arqueólogos israelenses descobriram um peso utilizado para o comércio na antiga Jerusalém que os estudiosos acreditam ter sido usado para enganar outros comerciantes.

Descoberto na seção norte da cidade de Davi adjacente à Cidade Velha de Jerusalém e datando de 2.700 anos atrás até o período do Primeiro Templo, o peso tem apenas 12 mm. de altura e 14 mm. de diâmetro.

É o segundo de seu tipo que foi descoberto dentro de Israel, tendo sido cortado de calcário duro, o achado apresentava gravuras implicando que ele tem um peso de dois gerah ou, 0,944 gramas.

No entanto, o peso não pesa dois gerah, ao invés disso, os pesquisadores descobriram que ele pesava pelo menos 3,61 gramas, mais de três vezes o previsto.

Os pesquisadores Hagai Cohen Kolonimus e Eli Shukron, da Universidade Hebraica de Jerusalém, dizem que a explicação provável é que quem usou o peso no comércio estava usando-o para fraudar as pessoas.

Esses tipos de golpes são extensivamente descritos na Bíblia, onde a prática é duramente criticada.

Em Deuteronômio 25:13, por exemplo, lemos: “Não terás em tua bolsa duas espécies de pesos, uma pedra grande e uma pequena”.

A proibição foi enfatizada em passagens posteriores: “Tenham pesos e medidas exatos e honestos, para que vocês vivam muito tempo na terra que o Senhor, o seu Deus, dá a vocês” (Deuteronômio 25:15).

Também encontramos uma citação em Provérbios: “O Senhor detesta pesos adulterados, e balanças falsificadas não o agradam” (Provérbios 20:23).

De acordo com Israel 365 News, as conclusões completas desta escavação serão publicadas como parte do livro da Conferência de Pesquisa da Cidade de David do Instituto Megalim.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here