Segundo o ministro da Defesa israelense, Benny Gantz, Israel e o governo Biden estão trabalhando juntos para desenvolver um “Plano B” se as negociações nucleares entre os Estados Unidos e o Irã falharem.

“Os Estados Unidos e Israel compartilham informações de inteligência, e a cooperação com os Estados Unidos neste campo só está ficando mais forte. Estamos trabalhando com eles para estabelecer um Plano B e demonstrar que, se não houver acordo, outras atividades começarão, como disse o presidente Biden”, disse o ministro da Defesa, segundo a CBN News.

O presidente Joe Biden e o primeiro-ministro israelense Naftali Bennett se reuniram na sexta-feira e discutiram a ameaça nuclear iraniana. Os dois líderes concordam que o Irã nunca deve obter uma arma nuclear, mas discordam sobre a estratégia.

Biden tem procurado reviver o acordo nuclear que o Irã assinou com potências mundiais em 2015, que colocou limites ao programa nuclear iraniano em troca de alívio de sanções. Israel acredita que o Irã fez o acordo de má e que não consegue lidar com as ameaças regionais do Irã, como seus proxies e mísseis balísticos.

Bennett disse que, antes de viajar para Washington, tentaria convencer Biden a se afastar do acordo nuclear iraniano de 2015 e apresentar um plano alternativo.

Biden disse em uma coletiva que seu governo está pronto para recorrer a outras opções para abordar o programa nuclear iraniano se as negociações fracassarem. As negociações entre Washington e Teerã estão atualmente suspensas.

Gantz não especificou o que o “Plano B” implica, mas aludiu às ações militares contra o Irã.

“Estamos alocando recursos para fortalecer nossa capacidade de agir contra os desafios na região, entre eles o Irã”, disse Gantz.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here