O papa Francisco, líder máximo da Igreja Católica, pediu aos cristãos para que orem e jejuem pelo povo do Afeganistão. No domingo (29), o papa expressou preocupação particular com mulheres e crianças, e as vítimas do atentado suicida no aeroporto de Cabul na semana passada.

Ele falou sobre o dever que os cristão têm de responder às necessidades da população severamente tentada no Afeganistão, e que o mundo não pode permanecer indiferente.

“Estou acompanhando a situação no Afeganistão com grande preocupação. Compartilho do sofrimento daqueles que choram pelas pessoas que perderam suas vidas nos ataques suicidas da última quinta-feira, e daqueles que estão buscando ajuda e proteção”, disse Francisco segundo Christian Today.

Ele pediu à Igreja que ajude os necessitados e ore para que o diálogo e a solidariedade possam levar à convivência pacífica e fraterna, e ofereçam esperança para o futuro do país.

“Apelo a todos para intensificar a oração e praticar o jejum: oração e jejum, oração e penitência. Agora é a hora de fazer isso. Estou falando sério – intensifiquem a oração e pratiquem o jejum, pedindo ao Senhor misericórdia e perdão”, ressaltou o papa.

O Reino Unido encerrou os voos de evacuação de Cabul depois de transportar 15.000 pessoas, mas centenas que estavam elegíveis para vir foram deixados para trás. O Talibã disse que permitirá a saída de afegãos além do prazo de 31 de agosto, mas o Reino Unido se diz cético sobre essa promessa.

O ministro do Oriente Médio, James Cleverly, disse  que não poderia dar “garantias absolutas” aos que ficaram para trás.

“Se o Talibã começar a agir como um governo, se eles começarem a facilitar tanto viagens internas quanto sair do Afeganistão, então nos envolveremos com eles com base nisso”, disse ele.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here