A Dra. Patti Giebink, ex médica de aborto planejado, acreditava estar ajudando mulheres em sua defesa pró escolha. Foi médica de abortos por anos, então  sabia em primeira mão a realidade que as mulheres submetidas ao aborto enfrentam e o motivo por trás dessas pessoas que trabalham em favor da prática.

A médica foi cativada pelo propósito de salvar as vidas de mulheres após descobrir o alto índice de mortes de mulheres que fazem abortos ilegais. Então ela pensou que podia ajudar as mulheres como médica de abortos com a mentalidade de que os bebês dentro do útero da mãe são simplesmente tecidos.

Em 1995 Patti se juntou à ‘Paternidade Planejada’. Em certo momento, ela propôs investir na saúde da mulher. No entanto, a instalação de aborto não respondeu bem. Foi quando ficou evidente para Patti que eles se importavam apenas com dinheiro.

“Abortos são seus principais fazedores de dinheiro”, revelou ela.

Além disso, se tornou mais evidente para a médica quando ela trabalhava em tempo integral na instalação de aborto que ela não tinha permissão para aconselhar ou fazer qualquer coisa que está fora do manual.

Como uma médica que se importa verdadeiramente com mulheres que vão para a sala de aborto, Patti permitia a remarcação do procedimento caso a  mulher não tivesse certeza. Mas a companhia a deteve por essa resposta.

Enquanto a confusão acontecia no coração de Patti, um amigo a convidou para ir à igreja. Naquela época Patti estava envolvida no caminho da Nova Era. Mas foi quando Deus cativou seu coração, e ela começou a ler a Bíblia por um ano e meio. Então, Deus começou a mudar seu coração gradualmente sobre a questão de abortos.

Segundo o Focus On The Family, logo depois Patti se tornou pró vida, sabendo que Deus é o Deus da vida.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here