Na madrugada desta segunda-feira (30), criminosos fortemente armados atacaram três agências bancárias no centro de Araçatuba (SP). Segundo a Polícia Civil, pelo menos três pessoas vieram a falecer, sendo um criminoso e dois cidadãos. Também foram presos dois suspeitos.

A ação criminosa na região noroeste de SP durou cerca de duas horas, houve ataques, tiroteio e fuga. Um homem teve os dois pés amputados por explosivos, e mais quatro pessoas deram entrada na Santa Casa com ferimentos.

A cidade com cerca de 200 mil habitantes viveu o terror durante essa madrugada, levando o pastor Marcelo TO grupo contava com cerca de 20 criminosos e 10 carros, eles abordaram pedestres e motoristas e fizeram reféns. Além disso, cercaram as bases da Polícia Militar e viaturas em Araçatuba.

Moradores feridos

Entre as vítimas estão, um  homem de 28 anos que foi baleado no abdome com quadro clínico estável. Outro de 31 anos baleado na face e braços que precisou ser entubado com quadro grave, um homem de 38 anos que também foi entubado com quadro clínico grave baleado nas pernas, braços e na cabeça de raspão.

Um rapaz de 25 anos que sofreu amputação traumática nos pés por explosivo, foi levado ao centro de cirurgia de ortopedia e está entubado. Segundo o hospital, nenhum policial teria dado entrada com ferimentos.

Os criminosos usaram drones para monitorar os policiais e fecharam algumas entradas da cidade para evitar a chegada das viaturas. Alguns deles fugiram em direção a área rural, onde houve confronto com a polícia. Um criminoso morreu e outro ficou baleado.

Os veículos usados no crime foram abandonados pela quadrilha e para fugir roubaram carros de moradores. A PM informou que encontraram explosivos em 14 pontos da cidade.

A polícia está orientando os moradores de Araçatuba a não saírem de casa até que a situação esteja controlada. Muitas lojas foram danificadas.

Muitos internautas comentaram a ação dos criminosos, classificando como terrorismo e pedindo uma ação mais dura.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here