Airbnb, plataforma online para aluguéis de estadias para férias e atividades turísticas, está oferecendo moradia gratuita para 20.000 refugiados afegãos em todo o mundo e buscou mais assistência de anfitriões que alugam suas propriedades através da empresa.

“O deslocamento e reinstalação de refugiados afegãos nos EUA e em outros lugares é uma das maiores crises humanitárias de nosso tempo. Nós sentimos a responsabilidade de ajudarmos”, Brian Chesky, CEO do Airbnb, escreveu no Twitter.

A Agência das Nações Unidas para os Refugiados diz que cerca de 270.000 afegãos foram recentemente desabrigados dentro do país desde janeiro, principalmente devido à insegurança e à violência, elevando a população total desarraigada para mais de 3,5 milhões.

Autoridades da Casa Branca disseram que 28 voos militares dos EUA retiraram cerca de 10.400 pessoas do Afeganistão controlado pelo Talibã durante 24 horas que terminaram na manhã de segunda-feira (23), e 15 voos C-17 nas 12 horas seguintes trouxeram outros 6.660.

O Airbnb tem um histórico de disponibilizar abrigo gratuito para os necessitados através de sua plataforma. Desde 2012, Airbnb.org abriga 75.000 pessoas fugindo ou respondendo a uma crise, de trabalhadores da saúde do covid-19, evacuados de terremotos ou bombeiros e socorristas até refugiados.

Segundo o Faith Wire, os anfitriões podem se inscrever no programa através do Airbnb.org. O Airbnb opera em aproximadamente 100.000 cidades em quase todos os países e regiões do mundo.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here