Reprodução

Marília falou para seguidores dela que concordam com Ivis se retirem das redes dela

Após o caso de agressão de DJ Ivis a Pamella Holanda,  Marília Mendonça
falou sobre o caso e disse que ela e a dupla Maiara e Maraisa anteciparam o lançamento da música ‘Você Não Manda em Mim’, parceria das três, que fala sobre violência contra a mulher. 

A música seria anunciada na live das ‘Patroas’, no próximo dia 24. Uma versão ao vivo foi publicada por Marília no Instagram. Em entrevista ao Splash, Marília contou que as três estavam juntas quando Pamella divulgou as agressões. Ela conta que Maiara não conseguiu assistir aos vídeos. 

“No dia que aconteceu [a publicação dos vídeos das agressões], eu recebi uma ligação do meu namorado, Murilo [Huff]. Ele simplesmente falou: ‘Amor, estou sem conseguir respirar, eu deito e não dá para ficar na cama, me deu um desespero’. Foi algo que chocou o Brasil inteiro e é para chocar mesmo […] Ainda mais ouvir uma pessoa tentando justificar, isso foi mais pesado ainda”, disse Marilia Mendonça.

A música que as três cantam, apesar de composta por homens, emocionou as cantoras por causa de versos como “você não manda em mim/eu sei aonde eu devo ir/eu sei o que eu posso vestir/se tudo que eu faço te incomoda, você sabe o caminho da porta”.

Marília acredita que essa nova faixa pode evitar mais casos de violência doméstica e que, por isso, decidiram “furar” a divulgação na live em conjunto. 

“Se tivéssemos feito bem antes [o lançamento] poderíamos até ter impedido outras violências. […] Muitas pessoas escutam, sei que influenciei muitas mulheres. Não dava mais para esperar para simplesmente fazer um projeto comercial enquanto poderíamos impedir que isso acontecesse em outros lares”, disse. 

Caso DJ Ivis

DJ Ivis foi preso
 após Pamella Holanda, com quem tem uma filha, expor vídeos das agressões sofridas no domingo (12). O caso chocou o Brasil e a classe artística, que rompeu parcerias com Ivis .

Após a prisão de Ivis,  Pamella Holanda
se manifestou através das redes sociais . “Como você (provavelmente Ivis) mesmo disse: ‘Você esbraveja porque é sua única defesa. Não esqueça disso. E eu não vou me calar”, desabafou Pamella.

Se você presenciar um episódio de agressão contra mulheres, não se cale. Denuncie de forma anônima no 180, a Central de Atendimento à Mulher, que funciona em todo o país e no exterior, 24 horas por dia. A ligação é gratuita. Ou ligue para o 190 e peça auxílio policial.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here