O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, saiu em defesa da série intitulada “Criança Viada Show”, depois que a prefeitura de Itajaí (SC) suspendeu no dia 14 de maio a live chamada “Roda Bixa”, parte do evento.

Tal evento é subsidiado com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, que chamou a atenção dos críticos porque consequentemente o evento entraria em confronto com o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Preocupações com as questões da exposição, banalização e vulgarização sexual das crianças como no caso da “Criança Viada” foram levantadas.

No entanto, o governador do RS abriu o seu estado para recepcionar o evento depois que o prefeito de Itajaí cancelou a ‘live’, gerando polêmica.

Frente Parlamentar em Defesa da Família no RS critica governador

Sobre o caso, o deputado estadual do RS, Erci Lins, comentou que pretende tomar medidas para proteger as crianças dessas agendas “progressistas”, na qual Eduardo Leite apoia.

“Sou presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Família e não iremos tolerar isto. Já estou em contato, também, com os secretários nacionais da Cultura e Incentivo e Fomento à Cultura. O ministro Mário Frias avisou que há claro desvio de finalidade no uso do dinheiro público”, disse Lins ao blog do jornalista Políbio Braga.

Além disso, o deputado salientou que desde que o governador era prefeito de Pelotas, ele já apoiava as pautas progressistas e que a Frente Parlamentar em Defesa da Família do Rio Grande do Sul vai brigar contra essa ideia.

Mesmo diante da crise que afetou as famílias gaúchas com o lockdown imposto pelo governo, Eduardo Leite ao invés de pensar na geração de empregos, prefere investir em eventos que ameaçam as crianças.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here