A American Worldview Inventory 2021, conduziu um estudo sobre a filosofia de vida de americanos da Arizona Christian University, e constatou que apenas 26% da geração X e 16% dos millenials acreditam que irão para o seu depois de aceitar a Jesus e confessar os seus pecados.

As visões de mundo das quatro gerações: millennials (nascidos entre 1984-2002), geração X (1965-1983), baby boomers (1946-1964 ) e construtores (1927-1945).

Foi constatado na pesquisa que a geração do milênio, também conhecida como geração Y, foi a que mais cortou os laços com a cultura e as tradições cristãs e os ensinamentos bíblicos.

Ou seja, quase metade dos boomers acreditam que quando morrerem irão para o céu por ter confessado os seus pecados e aceitar Jesus como seu salvador, enquanto apenas 26% da geração X e 16% dos millenials acham o mesmo.

90% dos construtores acreditam que se deve tratar as pessoas da forma como quer ser tratado, ao mesmo tempo que menos da metade da geração do milênio concorda com a afirmação.

Os cristãos mais jovens não se importam com as coisas de Deus

Além do mais, 43% dos millennials disseram não saber, não se importar ou simplesmente não acreditar que Deus existe em comparação com 28% dos boomers.

Sobre acreditar na existência e influência de Satanás, 64% dos boomers concordam com a questão enquanto 44% da geração Y afirmam o mesmo.

O estudo também apontou que os americanos mais jovens são muito mais propensos do que as gerações anteriores a acreditarem em horóscopos, karma e outros princípios da vida, e também que se vingar do outro é uma forma de defesa.

Mesmo assim, a maioria dos americanos dizem ser cristãos, variando entre 57% da geração do milênio até 83% dos construtores.

Para os pesquisadores, as novas crenças e comportamentos dos jovens cristãos mais jovens podem remodelar os parâmetros religiosos de forma nunca antes vista, alertaram eles, segundo o The Christian Post.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here