O Twitter decidiu suspender temporariamente um político espanhol depois que ele tuitou que um homem “não pode engravidar” porque ele “não tem útero ou óvulos”.

Apesar de essa ser uma questão comprovada pela biologia, a rede social decidiu suspender a conta de Francisco José Contreras por 12 horas, segundo informou a Fox News.

De acordo com a reportagem, o comentário do político do Partido Vox foi compartilhado em resposta a um artigo sobre uma mulher biológica que se identifica como homem anunciando que daria à luz uma menina.

Contreras usou o Facebook para informa sobre a censura que sofreu na semana passada por ter, segundo a plataforma, proferido “discurso de ódio”.

“O tweet odioso (que fui forçada a deletar) dizia: ‘Um homem não pode engravidar. Um homem não tem útero ou ovos ‘”, escreveu ele. “Você pode ver que isso já é biologia fascista. Da próxima vez, tentarei 2 + 2 = 4”, continuou.

Em resposta, o Twitter argumentou que a manifestação do político viola suas políticas contra conteúdo que ameaça, assedia ou promove violência contra outras pessoas com base em sua raça, origem étnica, nacionalidade, orientação sexual, gênero, identidade de gênero, religião, idade, deficiência ou doença.

“Lembre-se de que padrões repetidos podem levar à suspensão permanente de sua conta”, alertou o Twitter. “Vá para o Twitter para resolver o problema com sua conta”, continuou.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here