Divulgação

Giba se manifesta sobre o Dia Internacional Contra a Homofobia

O ex-jogador de vôlei Giba
compartilhou uma mensagem em suas redes sociais mencionando o Dia Internacional Contra a Homofobia,
celebrado todo dia 17 de maio.

Recentemente,  Giba se envolveu em uma polêmica após em uma conversa com o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP),
filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), dizer que o fato de Tifanny, atleta do Sesi/Bauru, atuar em equipes femininas é “completamente fora do normal” e sugeriu um campeonato disputado apenas com transexuais. O ex-atleta foi muito criticado nas redes sociais pelo comentário transfóbico.

Na publicação de Giba, nos Stories do Instagram, o ex-atleta da Seleção Brasileira de vôlei afirmou que “Ser gay não é uma escolha, ser homofóbico é”.

Confira a fala de Giba em conversa com Eduardo Bolsonaro:

– Se perguntar para mim, (a resposta é): faz um campeonato deles (transexuais). Não tenho problema com gênero, com nada, mas é completamente fora do normal. Joguei com ele (Tifanny) quando ele era homem ainda, hoje em dia joga com mulheres. Ele foi fazer a cirurgia com 30 e poucos anos, e por mais que você faça o tratamento, ele não vai perder aquela força a mais que temos em relação às mulheres. Uma pergunta que faço para todo mundo pensar um pouco: se uma mulher é pega no doping com testosterona, ela fica quatro anos fora das quadras. E por que isso não é o contrário? É um questionamento que eu deixo para vocês pensarem um pouquinho – afirmou Giba.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here