O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou o que classificou como “fraqueza” e “falta de apoio” do seu sucessor, Joe Biden, ao Estado de Israel.

Em comunicado divulgado, Trump lembrou que seu governo era conhecido como “a Presidência da Paz”, pelo fato de os “adversários de Israel sabiam que os EUA estavam fortemente com Israel e que haveria uma rápida retribuição se Israel fosse atacado”.

“Sob Biden, o mundo está ficando mais violento e mais instável porque a fraqueza de Biden e a falta de apoio a Israel está levando a novos ataques aos nossos aliados”, continuou Trump.

“A América deve sempre estar com Israel e deixar claro que os palestinos devem acabar com a violência, o terror e os ataques de foguetes, e deixar claro que os EUA sempre apoiarão fortemente o direito de Israel de se defender”, acrescentou o ex-presidente.

Foi Trump o responsável pelos chamados Acordos de Abraão, que possibilitaram que países como mirados Árabes Unidos, Bahrein, Sudão e Marrocos normalizassem suas relações diplomáticas com Israel.

O ex-presidente também foi responsável por garantir o reconhecimento de Jerusalém como capital de israelense, depois de mudar a embaixada dos Estados Unidos de Tel Aviv para a Terra Santa.

Durante essa semana, o grupo terrorista Hamas passou a atacar o território de Israel, lançando mais de mil foguetes contra diversas regiões do país. Os ataques culminaram com confrontos entre manifestantes palestinos e polícia israelense no Monte do Templo.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here