Joe Biden foi chamado pelo ex-presidente Trump de ser um dos presidentes mais “radicais” da história dos Estados Unidos.

O comentário se deu enquanto ele falava na Cúpula de Líderes pró-vida da Susan B. Anthony List em Palm Beach, Flórida.

Apesar da imprensa não ter sido permitida no local, Mollie Hemingway, do The Federalist, postou resumos do discurso de Trump no Twitter.

Trump então chamou Biden de “um dos presidentes mais radicais e radicais que já tivemos e ele nem sabe disso”.

A mídia foi “flagrante” ao cobrir Biden quando ele caiu três vezes tentando subir as escadas do Força Aérea Um, comentou o ex-presidente.

Ele também brincou durante o seu discurso com o tamanho da máscara da Nancy Pelosi, presidente da Câmara, durante o discurso de Biden na semana passada.

Sobre essa questão de usar máscaras muito grandes depois de ser vacinado, Trump afirmou que os democratas estão prejudicando a aceitação da vacina fazendo isso.

Falaram também durante a cúpula Ted Cruz, senador do Texas e Marco Rubio, senador da Flórida.

“Defender o direito à vida é uma das responsabilidades mais importantes de uma autoridade eleita”, disse Cruz.

Para ele Biden-Harris estão atendendo cada vez mais os ativistas pró-aborto, mesmo com a maioria dos americanos sendo contra essa agenda.

Da mesma forma, Rubio disse que jamais deixaria de proteger os direitos dos nascituros.

“A América foi fundada na verdade fundamental de que todas as pessoas são criadas iguais e que nossos direitos vêm de Deus“, disse o senador da Flórida.

E acrescentou que por causa do governo Biden ser dominado por radicais pró-aborto vai ficar mais difícil defender os que ainda não nasceram.

Além deles, Sens. Lindsey Graham da Carolina do Sul, James Langford de Oklahoma, Beth Van Duyne do Texas e Virginia Foxx da Carolina do Norte, também estavam entre os palestrantes, segundo o Christian Headlines



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here