Foto: Renato Alves/Agência Brasília

 

“Estou muito feliz porque vi amigos meus falecerem desta doença terrível. Então, estou muito agradecido por este momento e por ter tomado a vacina. Meu chefe me ligou de noite e disse que eu seria o primeiro vigilante da Região Sudoeste de Saúde a tomar a vacina.”

Pedro Teodoro, vigilante, 58 anos

Fonte: Agência Brasilia