A mãe, Jeisy, com o pequeno Ravi: “Estou feliz que ele tenha vindo dessa forma, trazendo a esperança de dias melhores ao novo ano que se inicia” | Foto: Divulgação/Iges-DF

Cercado de otimismo, chegou Ravi Garreto Pinheiro, o primeiro bebê nascido em 2021 em uma das unidades administradas pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF). Saudável, com idade gestacional de 34 semanas e três dias, ele pesa 2,460 kg e mede 44 cm de comprimento.

Nascido de parto normal no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) à 1h49 desta sexta-feira (1º), Ravi é o terceiro filho da dona de casa Jeisy Silva Garreto Pinheiro, de 33 anos. Em 2020, foram 4.027 partos no HRSM.

De acordo com a mãe, as dores começaram por volta das 21h de quinta-feira (31/12), se intensificaram perto das 23h. Por volta da 0h30 do primeiro dia deste ano, Jeisy foi encaminhada ao hospital.

“Para mim foi uma surpresa dar à luz o Ravi na virada de ano; não estava esperando isso”, comentou Jeisy. “Estou feliz que ele tenha vindo dessa forma, trazendo a esperança de dias melhores ao novo ano que se inicia.”

Cuidados

A chefe do serviço de neonatologia do HRSM, Cíntia Sant Ana Cardoso, lembra que o cuidado com o recém-nascido começa desde o pré-natal. “Ao descobrir a gestação, a mãe deve fazer todas as consultas corretamente, fazer todos os exames, e ela tem o direito de visitar a maternidade onde vai ter o bebê”, explica a pediatra. “Ao nascer no HRSM, o bebê já faz alguns testes de triagem para saber como será a sua evolução. Passa pelos testes do pezinho, do olhinho, do coraçãozinho, da linguinha e aprende a mamar.”

Menino solar

O nome Ravi, em sânscrito, que significa “o Sol”. Segundo os Vedas, textos das escrituras sagradas do hinduísmo, Ravi é um dos 12 filhos de Aditi, a deusa-mãe, considerada como o espaço cósmico. O nome começou a ganhar popularidade no Ocidente nos anos 1960, por causa do músico indiano Ravi Shankar, de grande popularidade.

* Com informações do Iges-DF

Fonte: Agência Brasilia