*Conteúdo atualizado às 8h55 de segunda-feira (21)

Mantidas cirurgias eletivas

A Secretaria de Saúde monitora a situação epidemiológica em relação à pandemia de Covid-19 no DF e decidiu manter os hospitais autorizados a fazerem cirurgias eletivas até 4 de janeiro. Até o dia 31 de outubro foram feitas 53.610 cirurgias, entre eletivas e de urgência, em toda a rede pública de saúde. A avaliação leva em conta os dados estatísticos de detecção de novos casos, taxa de transmissão, que hoje está em 0,89 e de internação em leitos com suporte de ventilação mecânica. 

Assistência social presencial é retomada

O atendimento presencial nas 71 unidades socioassistenciais do Distrito Federal será retomado em 4 de janeiro com protocolos de proteção à Covid-19. Os locais receberam os equipamentos de proteção e higiene, como álcool gel 70%, papéis toalha, termômetros para aferição de colaboradores e usuários e placas de acrílico, que foram instaladas nas mesas de atendimento. Os Restaurantes Comunitários também voltam a servir as refeições dentro das unidades. 

Os integrantes das equipes dos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), que não integram o grupo de risco, também retomam às atividades presenciais. Os Centros Especializados para População em Situação de Rua (Centros Pop) obedecem o funcionamento de domingo a segund-feira, com o acesso controlado, a fim de evitar aglomerações. Já os Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos devem ser realizados de forma remota, por meio de modalidades definidas em normas operacionais específicas.

Para saber mais sobre outras medidas do GDF para combater a Covid-19, basta clicar no banner abaixo. 

Fonte: Agência Brasilia