O Ginásio do Cruzeiro, um dos principais endereços do esporte na capital federal, será palco neste fim de semana (12 e 13) do Sul-Americano de Jiu-Jitsu Pro Brasília-DF. Neste sábado (12), das 16h30 às 18h, o espaço será reservado para a pesagem dos atletas. No domingo (13), até 600 competidores, divididos entre várias categorias, se enfrentarão sem a presença de público.

Os campeões das dez categorias absolutas ganharão passagem e inscrição para outro torneio da modalidade, programado para março de 2021, em Gramado (RS).  Entre os participantes, 200 lutadores são egressos de projetos sociais do DF que foram agraciados com quimono e inscrição gratuita.

O evento, que pela primeira vez se realiza em Brasília, conta com parceria da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), por meio de termo de fomento no valor de R$ 119.960,94 que ajudará na aquisição de premiação, como medalhas e troféus, infraestrutura, alambrados, materiais esportivos, uniformes para a equipe de coordenação e apoio de equipes de saúde. Também apoia a competição a organização esportiva Abu Dhabi Jiu-Jitsu Pro (AJP).

Apoio

“O apoio da Secretaria foi o divisor de águas desse evento, que nos permitiu incluir lutadores que em outro cenário, não teriam a oportunidade de participar de um evento desse nível, sem contar a doação dos quimonos”, valoriza o vice-presidente da Federação Brasileira de Jiu-Jitsu, Rodrigo Natalino.

Os protocolos de segurança em combate à pandemia de Covid-19 estabelecidos pelo GDF serão respeitados, como uso obrigatório de máscaras, aferição de temperatura dos presentes, higienização constante do tatame e cronograma de horários previamente definidos para que o participante compareça ao ginásio somente no momento da luta, retirando-se ao final, como forma de evitar aglomeração.

“Queremos dar prosseguimento às atividades, dando o máximo de segurança aos praticantes”, explica Rodrigo. “O atleta deverá escolher levar seu treinador ou um acompanhante, e as finais serão transmitidas ao vivo pelo site da Federação.”

* Com informações da SEL

Fonte: Agência Brasilia