Os 574 canteiros do Distrito Federal permanecem floridos o ano inteiro e encantam moradores e turistas | Foto:Renato Alves / Agência Brasília

Quem trafega pelas ruas e pelas áreas planas de Brasília, seja de carro ou à pé, consegue constatar algo pelo qual sempre foi conhecida: uma cidade verde. Árvores, flores e gramados se misturam à vegetação natural do cerrado, trazendo encanto para os olhos e qualidade de vida para toda a população. E são nos 574 canteiros ornamentais do DF que este encontro entre a natureza e o urbano é visto com seu maior esplendor.

Entre janeiro e outubro deste ano, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), responsável pela manutenção e implantação de canteiros, já revitalizou mais de 11 mil metros quadrados de área verde e plantou mais de 31 mil mudas em 12 regiões administrativas. Todo este trabalho de zeladoria na área de paisagismo, feito pela Diretoria de Urbanização da companhia, tem como objetivo embelezar a cidade e também preservar a flora nativa.

Todos os espécimes de vegetação plantados pela Novacap são produzidos pelo Viveiro I da companhia, que tem capacidade pra produzir um milhão e meio de mudas anualmente. Além dos gramados, sempre requisitados, as plantas mais populares nos canteiros e áreas verdes da capital são os ipê e as palmeiras, além das flores caliópsis, crista de galo, cravo marigold e gailardia, responsáveis por trazer o colorido característico que frequentemente são vistos por todo o DF.

É um descanso para as pessoas, às vezes você passa chateado ao lado de um canteiro, você vê uma flor e fica felizVera Cardoso, moradora de Águas Claras

Notório pela variedade de plantas, cores e pela grandiosidade da área que ocupa, o canteiro do balão do Aeroporto Juscelino Kubitschek talvez seja o mais famoso de todo o DF. Este ano, um dos trabalhos mais importantes de paisagismo foi realizado na recém-inaugurada Praça dos Estados, novo espaço de convivência construído próximo à revitalizada Galeria dos Estados. No local, foram plantados mais de nove mil metros quadrados de grama, 90 arbustos, 54 palmeiras e nove ipês, fruto de um investimento de R$ 2 milhões.

O diretor de urbanismo da Novacap, Sérgio Lemos, ressalta que, além da importância estética, o trabalho realizado nos canteiros auxilia também na economia, na cidadania e na saúde do DF. “Temos geração de emprego, com colaborações de jovens aprendizes que aprendem o ofício da jardinagem, temos programa com reeducandos do sistema prisional, ajudamos na prevenção de doenças, como eliminação de focos de dengue e chikungunya. Brasília é considerada uma cidade verde graças a esse trabalho, que é valorizado e faz a cidade respirar”, afirma.

Beleza preservada

O cuidado da Novacap com os canteiros ornamentais do DF é um trabalho que ocorre há mais de 30 anos | Foto: Renato Alves /Agência Brasília

Além do trabalho minucioso da Novacap, os canteiros e praças do DF também possuem alguns “anjos da guarda”: cidadãos e cidadãs que auxiliam o GDF no trabalho de preservação e manutenção destes espaços. É o caso da aposentada Vera Lúcia Werneck Cardoso, 75 anos, e moradora de Águas Claras há oito. Da janela do seu apartamento, no segundo andar de um prédio na Rua Alecrim, ela vigia e trabalha em prol da manutenção da Praça Condor, que já é conhecida informalmente como “Praça da dona Vera”.

O colorido das flores se espalha pelas vias tornando a paisagem agradável todos os meses do ano | Foto: divulgação Novacap

“Quem ama, cuida”, enfatiza ela, que, de maneira voluntária, trabalha pela preservação da praça que sempre sonhou em ter como vista de sua residência. Além de manter contato constantemente com a Administração Regional de Águas Claras e a Novacap, ela também ajuda a molhar as plantas na época da seca e na limpeza do espaço. “A planta viva tem sempre seu lugar. É um descanso para as pessoas, às vezes você passa chateado ao lado de um canteiro, você vê uma flor e fica feliz. Mas tem que ser cuidado, e a Novacap tem feito um trabalho maravilhoso”, relata Vera.

Legado

O cuidado da Novacap com os canteiros ornamentais do DF é um trabalho que ocorre há mais de 30 anos. A companhia chegou a cuidar de cerca de 1.500 espaços, que foram reduzidos para os 574 atuais, por mudanças em vias para melhor circulação do trânsito de carros e pedestres.

Galeria de Fotos

Paisagismo: beleza e sustentabilidade para o Distrito Federal

 

Fonte: Agência Brasilia